UNESCO promove cúpula em Buenos Aires sobre futuro da educação na América Latina e Caribe

Agência Brasil - ABr - Empresa Brasil de Comunicação - EBC

UNESCO promove cúpula em Buenos Aires para discutir futuro da educação na região. Foto: Agência Brasil

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Ministério da Educação e Esportes da Argentina realizam esta semana (24 e 25) em Buenos Aires evento que reunirá ministros latino-americanos e caribenhos para discutir o futuro da educação na região.

A UNESCO elogiou os avanços em educação promovidos pelos países latino-americanos e caribenhos na última década, mas alertou que mais esforços devem ser feitos no sentido de se atingir uma educação básica universal. A agência da ONU também enfatizou a necessidade de os países modernizarem seus sistemas educacionais tendo em vista o surgimento de novas tecnologias.

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e o Ministério da Educação e Esportes da Argentina realizam esta semana (24 e 25) em Buenos Aires evento que reunirá ministros latino-americanos e caribenhos, organizações internacionais e da sociedade civil para discutir o futuro da educação na região e formas de atingir os objetivos da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.O evento “E2030: Educação e habilidades do século 21” ocorrerá no palácio San Martín, sede do Ministério de Relações Exteriores da Argentina, e será a primeira cúpula regional sobre o objetivo número 4 da Agenda 2030, que busca garantir educação inclusiva e de qualidade e a promoção de oportunidades de aprendizagem para todos durante a vida.

Durante os diálogos, os participantes receberão detalhes dos objetivos globais e sobre o relatório “Educação 2030 — Diretrizes para a Ação”, aprovado pela comunidade internacional em novembro de 2015 durante o Fórum Mundial da Educação. O documento oferece a governos e parceiros diretrizes para transformar compromissos em ações, de acordo com a UNESCO. A cúpula dará origem a uma declaração final com a visão regional para a educação até 2030, que guiará as estratégias e programas no âmbito nacional.

Desafios da educação na América Latina e Caribe

De acordo com a UNESCO, a cúpula pretende discutir formas de consolidar o progresso alcançado pela região da América Latina e Caribe nas últimas décadas no campo da educação e avançar rumo aos objetivos globais. A agência da ONU lembrou as melhoras nas taxas de alfabetismo e o aumento do acesso à educação primária e secundária na região, assim como a expansão do ensino superior.

“Muitos países embarcaram em um processo de reforma educacional, demonstrando seu compromisso e colocando a educação no centro da agenda nacional de desenvolvimento”, disse a UNESCO. “A UNESCO acredita ser fundamental consolidar esse ímpeto, protegendo os benefícios educacionais conquistados por meio de tal trabalho árduo e estabelecendo as bases para uma maior expansão e desenvolvimento, em linha com as metas de 2030”.

Segundo a agência da ONU, apesar dos esforços feitos pela região até agora, ainda há áreas de preocupação. Por exemplo, é necessário acelerar o acesso universal à educação básica e secundária.

A qualidade da educação e do aprendizado é outra fonte de preocupação. “A região precisa repensar e modernizar as dimensões de educação de qualidade para satisfazer as necessidades que um mundo que está evoluindo rapidamente, dominado por informação e tecnologia”.

“Os estudantes precisam estar alfabetizados e preparados para os empregos do futuro, e os países precisam redesenhar seus sistemas educacionais para atender essa expectativa”.

Fonte: ONU Brasil


Facebook
Visite site Oficial
1ºENMP (clique na imagem)
Receba o Boletim
Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Nossas publicações
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo