Pomerano

Primeira Mostra Pomerana no Shopping Norte Sul

Foto: Jetibá Online

A expopsição trará toda a cultura pomerana, inclusive um casamento ao vivo

O Shopping Norte Sul recebe mais uma mostra. Desta vez, a cultura pomerana será o foco da exposição. A “1ª Mostra Cultural Pomerana” será realizada entre no sábado (21) e domingo (22), das 14h às 20 horas, e vai exibir um pouco dos costumes do povo pomerano, que vive em sua maioria no município de Santa Maria de Jetibá, que fica na região serrana.

O evento, que é aberto ao público, também contará com apresentações de grupos de dança, corais de metais, de vozes, feira de artesanato com exposição de produtos da região, exposição de fotos, degustação de comidas típicas, presença da rainha e princesa pomerana, tocadores de concertina, e ainda a realização de um casamento pomerano ao vivo. Continue lendo

Brasil suíço e pomerano: conheça outras etnias que formaram o país

Livros ajudam a contar parte da história da formação étnica brasileira pouco conhecida
Família de imigrantes pomeranos na região serrana do Espírito Santo, em realidade muito similar à enfrentada também no Sul do País
Família de imigrantes pomeranos na região serrana do Espírito Santo, em realidade muito similar à enfrentada também no Sul do País

O mosaico étnico da formação do Brasil ao longo de cinco séculos nem sempre é devidamente citado. Enquanto os povos que mais se espalharam pelo território nacional costumam ser bastante estudados, outros grupos dependem da pesquisa e da investigação localizada para serem salientados. Nesse processo, dois livros que tiveram contribuições de especialistas do Vale do Rio Pardo merecem atenção, uma vez que ampliam os estudos e os depoimentos sobre dois desses povos. Continue lendo

Algumas festas tradicionais que você precisa conhecer em Rondônia

Um exemplo é a Festa do Divino Espírito Santo no Vale do Guaporé – fronteira do Brasil com a Bolívia, no estado de Rondônia – é o segundo festejo religioso mais antigo da Amazônia, superado apenas pelo Círio de Nazaré, em Belém do Pará.

1) FESTA DO DIVINO – Acontece em fins de março e abril. Uma mistura do profano e o sagrado, evento com origem portuguesa abraçado pelos afro-descendentes há mais de 120 anos. São mais de quarenta dias com os romeiros percorrendo as águas do Guaporé  em batelões.

A Festa do Divino Espírito Santo no Vale do  Guaporé – fronteira do Brasil com a Bolívia, no estado de Rondônia – é o segundo festejo religioso mais antigo da Amazônia, superado apenas pelo Círio de Nazaré, em Belém do Pará. Ao contrário de similares que acontecem em vários estados brasileiros, no Guaporé não existe cavalhada ou luta entre “mouros” e “cristãos”, sendo o deslocamento feito todo por via fluvial. Trazida para o Guaporé da região de Cuiabá em 1894, a Festa do Divino visita as comunidades brasileiras e bolivianas ao longo dos rios Guaporé e Paraguá.

Continue lendo

Professora e músico de Domingos Martins lançam CD inédito em pomerano

Iago Miranda

Domingos Martins, mais uma vez, se destaca na defesa da cultura pomerana. Com objetivo de incentivar o aprendizado dessa língua nas escolas, um CD de músicas infantis tradicionais produzido pela professora Lilia Jonat Stein será lançado hoje, às 10hs, durante a Kinderfest, em Campinho.

O álbum “Rememorar para Ressignificar”, que tem 20 faixas e duração aproximada de 32 minutos, foi criado com apoio de um edital da secretaria de Estado de Cultura. O trabalho contou com a parceria do experiente músico martinense, Eden Schwambach Junior, 48.

Continue lendo

Cooficialização da Língua Pomerana: sobre a competência do Município para legislar sobre a matéria

Por Rosângela Morello
Importante política para avançar no campo dos direitos linguísticos no Brasil, a cooficialização de línguas tem sido adotada por vários Municípios brasileiros que veem nessa ação um potente mecanismo para valorizar seus cidadãos e ampliar os valores econômicos agregados as suas línguas e culturas.
Os fundamentos jurídicos para essa nova legislação são o foco do parecer intitulado (link para baixar o artigo na íntegra)
Fonte do artigo: Livro Leis e Línguas, IPOL, 2014.
para obter o livro, entre em contato no ipol.secretaria@gmail

Livro “Multilingual Brazil – Language Resources, Identities and Ideologies in a Globalized World”

Livro com texto de pesquisadores do IPOL.

This book brings together cutting edge work by Brazilian researchers on plurilingualism in Brazil for an English-speaking readership in one comprehensive volume. Divided into four sections, each with its own introduction, tying together the themes of the book, the volume charts a course for a new sociolinguistics of multilingualism, challenging long-held perceptions about a monolingual Brazil by exploring the different policies, language resources, ideologies and social identities that have emerged in the country’s contemporary plurilingual landscape. The book elucidates the country’s linguistic history to demonstrate its evolution to its present state, a country shaped by political, economic, and cultural forces both locally and globally, and explores different facets of today’s plurilingual Brazil, including youth on the margins and their cultural and linguistic practices; the educational challenges of socially marginalized groups; and minority groups’ efforts to strengthen languages of identity and belonging. In addition to assembling linguistic research done in Brazil previously little known to an English-speaking readership, the book incorporates theoretical frameworks from other disciplines to provide a comprehensive picture of the social, political, and cultural dynamics at play in multilingual Brazil. This volume is key reading for researchers in linguistic anthropology, sociolinguistics, applied linguistics, cultural studies, and Latin American studies.

Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo