Política Linguística

Português, uma língua periférica?

Variações no uso da língua portuguesa em diversos países são apontadas como motivo do idioma ainda ficar à margem, segundo especialistas

Barcelona (Espanha) – Embora seja falada por mais de 260 milhões de pessoas em quatro continentes, a língua portuguesa ainda é tratada como um idioma periférico. Isso ocorre inclusive na Espanha, país que divide com Portugal uma fronteira de mais de mil quilômetros.

Essa é a avaliação da maior parte dos especialistas que estiveram no Encontro de Professores de Língua Portuguesa, suas Literaturas e Culturas (Epllic), realizado em Barcelona nos últimos dias 3 e 4 – o Dia Internacional da Língua Portuguesa foi celebrado em 5 de maio. O evento reuniu dezenas de acadêmicos, especialmente da Europa, mas havia também representantes da África e do Brasil.  Continue lendo

Projeto de Lei que garante atendimento por meio de LIBRAS ganha parecer favorável

Nesta quarta-feira (04), o Projeto de Lei n° 004/2018, de autoria do vereador Missionário André (PTC), que assegura ao surdo o direito de atendimento, por meio da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS, em todas as instituições públicas municipais de Manaus, recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação(CCJR/CMM).

A proposta é que um, ou mais, servidor selecionado para atender a comunidade Surda,  consiga se comunicar por meio de LIBRAS. Para isso, a capacitação deverá ficar a cargo do Poder Público Municipal, por meio de parcerias com instituições de ensino, de forma que não onere  administração do município.  Para a coordenação, a responsabilidade foi direcionada para o Fundo Manaus Solidária (FMS), que tem como presidente, a primeira-dama do município, Elisabeth Valeiko Ribeiro. Continue lendo

Cancelamento da aplicação do exame Celpe-Bras

Prezados senhores,

Ao tomar conhecimento do cancelamento da edição 2018-1 do exame Celpe-Bras, por meio de carta encaminhada aos postos aplicadores, a Comissão Técnico-Científica do exame vem expressar sua preocupação em relação a esse cancelamento e às implicações dele decorrentes, já que o exame será aplicado apenas uma vez neste ano, em edição a ser realizada no segundo semestre.

Ao longo dos seus vinte anos de existência, o exame Celpe-Bras construiu uma sólida imagem e se tornou um importante instrumento de política linguística e de promoção da língua portuguesa. Por essa razão, muitas decisões importantes hoje dependem de seus resultados. Além dos programas PEC-G  e PEC-PG, geridos pelo MEC em parceria com o MRE, há diversas outras ações institucionais que ficaram prejudicadas pelo cancelamento. Entendemos ser este um momento importante para as universidades brasileiras em processo de internacionalização, seguindo diretrizes da CAPES (Programa Print) e da Sesu (Programa IsF), em que esforços estão sendo envidados para permitir maior entrada de estrangeiros em nossas instituições. O cancelamento desta edição do Celpe-Bras prejudica os acordos formalizados e contribui para a falta de credibilidade dessas ações. Por se tratar de um exame internacional, as implicações são ainda mais graves, e a ruptura da periodicidade já consolidada de sua aplicação, associada à fragilidade da exposição de motivos que levaram a tal decisão, comprometem sobremaneira sua solidez. Continue lendo

Campanha de jovem surda pede que youtubers brasileiros utilizem legendas descritivas

“A comunidade surda pode e deve acompanhar a comunidade ouvinte. Nós queremos igualdade como os ouvintes, não desigualdades por conta da nossa deficiência.”

Para a comunidade surda, as legendas descritivas nos vídeos da internet são uma ferramenta de empoderamento e inclusão.

A youtuber Larissa Jorge é surda e usa o seu canal na rede social de vídeos para compartilhar conteúdos sobre a comunidade não ouvinte, mas também sobre temas de seu interesse, como os tutoriais de maquiagem. Porém, muitas das referências que a jovem tem são de youtubers ouvintes.
Continue lendo

Central de Libras volta a funcionar após denúncia

As atividades que estavam paralisadas retornaram a normalidade (Foto: Portal Infonet)

Após denúncia veiculada pelo Portal Infonet, a Central de Interpretação de Libras, situada no Centro de Atendimento ao Cidadão (CEAC), da Rua do Turista voltou a funcionar normalmente, na última quarta-feira, 22. Inaugurado em 30 de agosto do ano passado, o local que presta serviços de assistência a deficientes auditivos estava com suas atividades paralisadas.

O serviço é destinado a cerca de 12 mil pessoas surdas existentes em Sergipe e conta com três tipos de agendamento, a depender da necessidade do usuário: presencial, virtual e “in loco”. Neste último tipo, segundo informações da Secretaria de Estado da Inclusão Social, (Seidh), a Central disponibilizará intérprete em horário previamente agendado, para acompanhamento de pessoas surdas a bibliotecas, hospitais, delegacias, tribunais e outros locais de atendimento ao público. Continue lendo

Operadoras têm que oferecer atendimento online em Libras

Entrou em 1º/12/2017, a obrigação das prestadoras de telefonia móvel e fixa disponibilizarem intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras) aos usuários. Pelos portais online das empresas deverá ser possível ao deficiente auditivo realizar videochamadas pelo computador, tablet ou smartphone.

Como informa a Anatel, essa é uma das obrigações do Regulamento Geral de Acessibilidade, que prevê, seja pela internet em nos demais canais de atendimento informações mecanismos de interação via mensagem eletrônica, webchat e videochamada por profissionais qualificados para atender as pessoas com deficiência, além de possuir atendimento especializado que possibilite a melhor comunicação às pessoas com deficiência auditiva. Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo