Línguas de sinais

II Jornada de Experiências dos Tradutores/Intérpretes de Libras do Rio de Janeiro (II Jetils/RJ)

JetilsA Universidade Federal Fluminense (UFF) juntamente com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES) promovem, em parceria, a II Jornada de Experiências dos Tradutores/Intérpretes de Libras do Rio de Janeiro (II Jetils/RJ), um evento que tem como objetivo trazer a oportunidade de trocar experiências entre estes profissionais que estão construindo sua prática.

O evento será realizado em Niterói (RJ), no Campus da Praia Vermelha (UFF), no Bairro de Boa Viagem e acontecerá durante os dias 09, 10 e 11 de dezembro deste ano. O primeiro dia será reservado para minicursos. Os dois últimos serão destinados a palestras e mesas redondas.

Continuar lendo

Domínio da língua escrita dificulta inclusão de surdos na universidade

jcDomínio da língua escrita dificulta inclusão de surdos na universidade

Por Igor Truz e Giovanna Bellini, Redação JC/USP

Diferenças no processo de aprendizado entre português e língua brasileira de sinais são obstáculos adicionais para acesso de surdos ao ensino superior convencional

As palavras escritas também são mudas. Ao menos para grande parte dos surdos. Apesar de não ser de conhecimento geral, pessoas com deficiência auditiva não sabem, necessariamente, ler e escrever na Língua Portuguesa. Idiomas oficiais do Brasil, a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e o Português são duas línguas diferentes. Enquanto, mesmo na escrita, o Português é processado a partir de sons, a Libras trabalha exclusivamente com a comunicação visual.

Continuar lendo

Centrais de interpretação de Libras são inauguradas no País

librasCentrais de interpretação de Libras são inauguradas no País

Núcleos resultaram de uma política do governo federal, que promove a cidadania às pessoas surdas

Quatro centrais de interpretação de Língua Brasileira de Sinais (Libras) foram inauguradas semana passada pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República - SDH (página na internet | página do facebook). Na última quinta-feira (1º/10), Guarulhos recebeu uma das unidades. A ação foi promovida pelo governo federal em convênios com as Prefeituras de Guarulhos, de São José do Rio Preto e de Campinas.

Em setembro, além de São Paulo, outras centrais foram abertas no Mato Grosso e em Santa Catarina, totalizando 37 Centrais de Interpretação de Libras no Brasil.

Continuar lendo

Inicia nesta quarta o 1º Encontro Nacional de Municípios Plurilíngues (1ºENMP)

cartaz_30julInicia nesta quarta o 1º Encontro Nacional de Municípios Plurilíngues (1ºENMP)

Inicia nesta quarta, 23 de setembro, e vai até sexta, 25, o 1º Encontro Nacional de Municípios Plurilíngues (1ºENMP), que será realizado no Centro de Comunicação e Expressão (CCE – térreo do Bloco B) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis-SC.

Acesse a programação completa do 1ºENMP.

Continuar lendo

II Colóquio da Unesp sobre Línguas de Sinais e Libras

Clique na imagem para ampliar.

Clique na imagem para ampliar.

II Colóquio da Unesp sobre Línguas de Sinais e Libras

O II Colóquio da Unesp sobre Línguas de Sinais e Libras será realizado no dia 18 de maio, na FCLAR – Faculdade de Ciências e Letras da Unesp Araraquara, localizada na Rod. Araraquara-Jaú Km 1, Araraquara-SP. Trata-se de um evento cujo objetivo principal é promover o debate e as pesquisas relacionadas aos estudos de línguas de sinais, principalmente a libras e à educação de surdos.

As inscrições para o II Colóquio da Unesp sobre línguas de sinais e libras serão gratuitas e poderão ser feitas neste link. Serão aceitas apenas inscrições na modalidade ouvinte.

Continuar lendo

A diversidade linguística como patrimônio cultural

Foto: Marcello Casal Jr_ABr

Foto: Marcello Casal Jr_ABr

A diversidade linguística como patrimônio cultural

Ministério da Cultura inicia, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, política de reconhecimento das diferentes línguas e dialetos falados no Brasil através de processos de inventários, apoio a pesquisas, divulgação e promoção

Marcus Vinícius Carvalho Garcia

A diversidade linguística encontra-se ameaçada. Estima-se que entre um terço e metade das línguas ainda faladas no mundo estarão extintas até o ano de 2050. As consequências da extinção das línguas são diversas e irreparáveis, tanto para as comunidades locais de falantes, quanto para a humanidade. Essa percepção se encontra na Declaração Universal dos Direitos Linguísticos, elaborada na cidade de Barcelona, Espanha, em 1996, sob os auspícios da Organização das Nações Unidas Para Educação e Cultura (Unesco) e com a participação de representantes de comunidades linguísticas de diversas regiões do planeta. Segundo este documento, a situação de cada língua é o resultado da confluência e da interação de múltiplos fatores político-jurídicos, ideológicos e históricos, demográficos e territoriais; econômicos e sociais. Salienta que, nesse sentido, existe uma tendência unificadora por parte da maioria dos Estados em reduzir a diversidade e, assim, favorecer atitudes adversas à pluralidade cultural e ao pluralismo linguístico.

Continuar lendo

Detran-SC disponibiliza prova em Libras no exame teórico de condutores

Detran disponibiliza prova em Libras no exame teórico de condutores

Novo sistema foi apresentado na Assembleia Legislativa-SC- Foto: Yuri Santos.

Novo sistema foi apresentado na Assembleia Legislativa-SC- Foto: Yuri Santos.

Os surdos residentes em Santa Catarina têm acesso, desde 03 de dezembro, à prova teórica aplicada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para retirada da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na Língua Brasileira de Sinais (Libras). Resultado de uma parceria entre a Assembleia Legislativa de Santa Catarina, a Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE) e o Detran-SC, o novo sistema foi apresentado em coletiva de imprensa realizada no início mês, nas dependências do Palácio Barriga Verde.

A iniciativa foi formalizada por meio de um termo de cooperação técnica, há cerca de um ano e meio. O processo envolveu a produção de vídeos em Libras com as perguntas e opções de resposta da prova teórica. A TVAL disponibilizou o estúdio, equipamentos e profissionais para a gravação do material. A FCEE contribuiu com os intérpretes de Libras, enquanto o Detran-SC concedeu o banco de questões. A parceria também incluiu o Centro de Informática e Automação de Santa Catarina (Ciasc), responsável pela inserção dos vídeos no sistema do Detran-SC.

Continuar lendo

Libras e Hunsrückisch serão línguas inventariadas no âmbito do INDL

Libras e Hunsrückisch serão línguas inventariadas no âmbito do INDL

iphanO Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) divulgou o resultado da habilitação e avaliação das propostas do Edital de Chamamento Público 004/2014 – Identificação, Apoio e Fomento à diversidade linguística no Brasil – Línguas de Sinais, Línguas de Imigração e Línguas Indígenas.

Entre as propostas aprovadas estão o Inventário da Língua Brasileira de Sinais e o Inventário do Hunsrückisch (hunsriqueano) como língua brasileira de imigração, ambas com parceira do IPOL.

O Inventário da Libras é uma parceria entre o IPOL e a UFSC, e terá por foco a sistematização de dados sociolinguísticos dessa língua utilizando a produção acadêmica e a população envolvida em cursos de formação à distância da UFSC coordenados pelos profs. Ronice Quadros e Tarcisio Leite e uma coleta específica na região da grande Florianópolis.

O Hunsrückisch (hunsriqueano) será desenvolvido pelo IPOL e pela UFRGS, e tem por base o Projeto ALMA, coordenado pelo prof. Cleo Altenhofen, o qual será ampliado desde a perspectiva do Inventário Nacional da Diversidade Linguística (INDL). Além disso, abrangerá novas comunidades linguísticas, especialmente no Espírito Santo.

As pesquisas serão desenvolvidas por pesquisadores do IPOL e das instituições parceiras, em estreito diálogo com as comunidades de falantes, e com o IPHAN. O objetivo é que ambas as línguas sejam reconhecidas como referência cultural brasileira, como está previsto no âmbito da política do INDL.

Para a Coordenadora Geral do IPOL, Drª Rosângela Morello, “a realização desses projetos são importantes ações na direção da implementação do INDL e podem aportar novas contribuições tanto do ponto de vista metodológico quando das articulações políticas seja com os falantes, seja com instâncias do poder público, visando a plena instalação da política do INDL”.

O INDL foi criado pelo Decreto federal nº 7.387, de 09 de dezembro de 2010. De acordo com o relatório do Grupo de Trabalho que instituiu as diretrizes para o INDL,

O Inventário permitirá ao Estado e à sociedade em geral o conhecimento e a divulgação da diversidade linguística do país e seu reconhecimento como patrimônio cultural. Esse reconhecimento e a nomeação das línguas inventariadas como referências culturais brasileiras constituirão atos de efeitos positivos para a formulação e implantação de políticas públicas, para a valorização da diversidade linguística, para o aprendizado dessas línguas pelas novas gerações e para o desenvolvimento do seu uso em novos contextos.

Ao todo foram aprovados seis projetos nas três categorias. Quanto aos projetos propostos pelo IPOL e parceiros, o Libras foi classificado em 1º lugar na categoria Línguas de Sinais e Hunsrückisch foi o único a ser aprovado na categoria Línguas de Imigração.

Para maiores detalhes, baixe aqui o arquivo com o resultado da habilitação e avaliação de propostas do IPHAN.

Edital de diversidade linguística tem prazo ampliado para inscrições de projetos

Edital de diversidade linguística tem prazo ampliado para inscrições de projetos

iphanO Departamento do Patrimônio Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (DPI-IPHAN) informa que foi realizada retificação no Edital de Chamamento Público Nº 04/2014 – Identificação, apoio e fomento à diversidade linguística no Brasil – Línguas de Sinais, Línguas de Imigração e Línguas Indígenas. O prazo para inscrição de projetos através do Portal dos Convênios (SICONV) foi ampliado, e a data limite para inclusão e envio para análise da proposta e seus anexos é dia 07 de outubro de 2014. Para outras informações, acesse aqui a página do edital.

Fonte: IPHAN

Aberto Edital de Chamamento Público de Identificação, apoio e fomento à diversidade linguística no Brasil

Aberto Edital de Chamamento Público de Identificação, apoio e fomento à diversidade linguística no Brasil

iphanEstão abertas até 30 de setembro de 2014, no Portal dos Convênios (SICONV) as inscrições para envio de propostas ao Edital de Chamamento Público n° 04/2014 para execução de projetos de identificação, apoio e fomento à diversidade linguística.

Este edital contemplará projetos sobre línguas de sinais, línguas de imigração e línguas indígenas. Os projetos deverão abranger as atividades de mobilização, produção, análise e sistematização de informações e dados textuais, fotográficos e audiovisuais a serem realizadas com base em metodologias de pesquisa sociolinguística.

Clique aqui para mais informações.

Fonte: Portal IPHAN

Facebook

Visite site Oficial

1ºENMP (clique na imagem)

Receba o Boletim

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Nossas publicações

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo