Línguas Africanas

Mais de sete milhões de angolanos falam línguas nacionais

angola
Mais de sete milhões de angolanos falam pelo menos uma língua nacional em casa, sobretudo nas zonas rurais, apesar de o português ser a língua habitualmente mais falada em Angola, por cerca de 18 milhões de pessoas.

Os números resultam da análise da Lusa aos dados definitivos do censo da população angolana realizado pelo Instituto Nacional de Estatística de Angola em 2014, tornados públicos a 23 de março e que colocam a língua nacional umbundu (centro e sul) como a segunda mais falada, por 22,96 por cento da população, o equivalente a cerca de 5,9 milhões de pessoas.

Continuar lendo

TVM de Moçambique segue expansão por províncias com transmissões em línguas locais

tvmTVM de Moçambique segue expansão por províncias com transmissões em línguas locais

Júlia Fernandes

A emissora pública TVM (Televisão de Moçambique) segue sua estratégia de transmitir em mais provinciais e criar programas locais nas línguas faladas pela população e anunciou que a partir de sábado (19/12) começará o processo de transmissão na província de Tete, nas línguas Português e Chinhunguè.

Televisão de Moçambique: Lança em Tete janela de noticiários locais (assista abaixo ou clique aqui):

Continuar lendo

Acervo de Lorenzo Dow Turner chega a Salvador

Coleção Lorenzo Dow Turner reúne diversas fotos - Foto: Divulgação

Coleção Lorenzo Dow Turner reúne diversas fotos – Foto: Divulgação

Acervo de Lorenzo Dow Turner chega a Salvador

Lorena Morgana

Após ficar em São Paulo de abril a agosto deste ano, chega a Salvador a exposição “Gullah, Bahia, África”. A abertura aconteceu dia 24/11, às 19 horas, no Palacete das Artes, e permanece até 31 de janeiro de 2016.

O acervo reúne mais de 100 fotografias e cerca de 18 horas de registros musicais e linguísticos feitos com nomes de grande referência do candomblé.

A exposição documenta parte da pesquisa desenvolvida por Lorenzo Dow Turner, primeiro linguista afro-estadunidense. O evento contará com a curadoria de Alcione Meira Amos, além da presença do cônsul dos EUA no Rio de Janeiro, James Story.

Continuar lendo

Televisão de Moçambique passa a transmitir programas em línguas locais

tvm

INHAMBANE: TVM transmite programas em línguas locais

Victorino Xavier

A Televisão de Moçambique (TVM) – Delegação de Inhambane vai lançar nesta sexta-feira, 30, na sua grelha informativa, programas e noticiários em gitonga e xitswa, línguas mais faladas na província.

O facto foi dado a conhecer ao nosso Jornal pelo delegado provincial da TVM, Silvestre Macuvele, o qual referiu que depois deste facto o próximo desafio será a incorporação do xope e ndau, outras duas línguas que fazem parte dos idiomas falados na província de Inhambane.

Continuar lendo

Lançado livro “Introdução à Linguística Africana”

capa_introducao_a_linguistica_africanaLançado livro “Introdução à Linguística Africana”

Acaba de ser lançado o livro “Introdução à Linguística Africana“, organizado por Margarida Petter, professora livre-docente do Departamento de Linguística da Universidade de São Paulo, onde ministra cursos de graduação e pós-graduação de linguística geral e africana. O livro sai pela Editora Contexto.

Acesse aqui a página do livro na Editora Contexto onde é possível baixar o Prefácio e a Introdução.

A obra, nas palavras das organizadora, objetiva “oferecer uma visão concisa e atualizada do universo linguístico africano para um público bastante amplo: estudantes de Letras, estudiosos das culturas africanas e interessados pela investigação da presença africana no Brasil”.

Continuar lendo

Para linguista angolano, afirmação da identidade cultural passa pela valorização das línguas nacionais

cuneneCunene, Angola: Afirmação da identidade cultural passa pela valorização das línguas nacionais

Ondjiva – O linguista angolano António Ngula Chivinga disse hoje, terça-feira, 29/09, em Ondjiva, província do Cunene, que a afirmação da identidade cultural de um povo passa também pela valorização das línguas nacionais, daí a importância de ser falada em locais públicos.

Continuar lendo

A importância das línguas para o mundo moderno

Kung - Foto: Henrique Gobbi.

Kung – Foto: Henrique Gobbi.

A importância das línguas para o mundo moderno

Henrique Gobbi*

Existem cerca de 7.000 línguas faladas no mundo e quase a metade enfrentam o risco de desaparecer até o final deste século. Entre os motivos estão a integração dos povos tradicionais a culturas dominantes e a globalização, segundo a UNESCO. Mas o que acontecerá quando centenas de idiomas deixarem de existir? Afinal, qual é a importância da diversidade linguística para o mundo moderno?

Continuar lendo

Museu Afro Brasil recebe exposição ‘Gullah, Bahia, África’

Dois entrevistados sorridentes, Nigéria, 1951 Créditos: Coleção Lorenzo Dow Turner, arquivos do Anacostia Community Museum, Smithsonian Institution, doação de Lois Turner Williams.

Dois entrevistados sorridentes, Nigéria, 1951 Créditos: Coleção Lorenzo Dow Turner, arquivos do Anacostia Community Museum, Smithsonian Institution, doação de Lois Turner Williams.

Museu Afro Brasil recebe exposição ‘Gullah, Bahia, África’

Mostra exibirá vida e pesquisa de Lorenzo Dow Turner, primeiro linguista afro-americano, que descobriu o dialeto “gullah” nos EUA, com ramificações no Brasil

O Museu Afro Brasil recebe, até o dia 18 de outubro, a exposição “Gullah, Bahia, África”, mostra que apresenta ao público a vida e a pesquisa pioneira desenvolvida pelo primeiro linguista afro-americano, Lorenzo Dow Turner, expoente acadêmico da comunidade negra americana nos anos 1930. O museu tem entrada Catraca Livre e a expo pode ser visitada de terça a domingo, das 10h às 17h.

Continuar lendo

Ensinar a ler e a escrever na língua que o aluno fala é o lema de organização de sociedade civil moçambicana

assoc progresso1A melhor maneira de alfabetizar alguém é ensinar a ler e a escrever na língua que ele fala, afirmam fundadoras da Associação Progresso, laureada pela UNESCO

Adérito Caldeira

Oficialmente quase metade dos moçambicanos ainda é analfabeta, e nas zonas rurais o número é muito maior, particularmente entre as mulheres adultas e jovens. No Moçambique real, esses números poderão ser maiores pois a alfabetização em língua portuguesa tem tido resultados pouco positivos e há jovens que saem da 7ª classe sem ainda saberem ler nem escrever. “A melhor maneira para alfabetizar alguém, seja criança ou adulto, é ensina-los a ler e a escrever, ensinar as letras na língua que ele fala”, foi a solução encontrada por uma das fundadoras da Associação Progresso que trabalha nesta área há cerca de duas décadas.

Continuar lendo

Escritor angolano lançará Dicionário Português Kikongo no ILABANTU

Francisco-Narciso-CobeEscritor angolano lançará Dicionário Português Kikongo no ILABANTU

V Conversa de Terreiro deste ano pretende trazer ao Brasil importantes personalidades do mundo acadêmico e autoridades tradicionais do universo bantu

O escritor angolano Francisco Narciso Cobe estará na cidade de Itapecerica da Serra, região metropolitana da Grande São Paulo dias 22 e 23 de agosto deste ano para lançamento do seu mais recente trabalho, o novo Dicionário Português-Kikongo, concretizando um sonho em uma das duas áreas da sua formação científica – ciências da linguagem.

Continuar lendo

Facebook

Visite site Oficial

1ºENMP (clique na imagem)

Receba o Boletim

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Nossas publicações

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo