Línguas africanas e afro-brasileiras

Lançado livro “Introdução à Linguística Africana”

capa_introducao_a_linguistica_africanaLançado livro “Introdução à Linguística Africana”

Acaba de ser lançado o livro “Introdução à Linguística Africana“, organizado por Margarida Petter, professora livre-docente do Departamento de Linguística da Universidade de São Paulo, onde ministra cursos de graduação e pós-graduação de linguística geral e africana. O livro sai pela Editora Contexto.

Acesse aqui a página do livro na Editora Contexto onde é possível baixar o Prefácio e a Introdução.

A obra, nas palavras das organizadora, objetiva “oferecer uma visão concisa e atualizada do universo linguístico africano para um público bastante amplo: estudantes de Letras, estudiosos das culturas africanas e interessados pela investigação da presença africana no Brasil”.

Continue lendo

Museu Afro Brasil recebe exposição ‘Gullah, Bahia, África’

Dois entrevistados sorridentes, Nigéria, 1951 Créditos: Coleção Lorenzo Dow Turner, arquivos do Anacostia Community Museum, Smithsonian Institution, doação de Lois Turner Williams.

Dois entrevistados sorridentes, Nigéria, 1951 Créditos: Coleção Lorenzo Dow Turner, arquivos do Anacostia Community Museum, Smithsonian Institution, doação de Lois Turner Williams.

Museu Afro Brasil recebe exposição ‘Gullah, Bahia, África’

Mostra exibirá vida e pesquisa de Lorenzo Dow Turner, primeiro linguista afro-americano, que descobriu o dialeto “gullah” nos EUA, com ramificações no Brasil

O Museu Afro Brasil recebe, até o dia 18 de outubro, a exposição “Gullah, Bahia, África”, mostra que apresenta ao público a vida e a pesquisa pioneira desenvolvida pelo primeiro linguista afro-americano, Lorenzo Dow Turner, expoente acadêmico da comunidade negra americana nos anos 1930. O museu tem entrada Catraca Livre e a expo pode ser visitada de terça a domingo, das 10h às 17h.

Continue lendo

Palavras de origem africana no vocabulário brasileiro

lpPalavras de origem africana no vocabulário brasileiro

Fernando Sagatiba

Afora o Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Guiné-Equatorial, que adotou o idioma como oficial recentemente. Timor-Leste é o único a ter o Português como língua oficial na Ásia. Nossos irmãos africanos fazem parte do PALOP, acrônimo que significa justamente Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa. Tudo obra de Portugal, responsável por essa bagunça chamada lusofonia (o conjunto dos países que possuem Português como língua oficial) que acabou dando seu jeito de seguir caminho. Mas, diferente do Brasil, onde línguas nativas ficaram restritas a suas tribos indígenas, nos países euro-colonizados da África, ainda se falam línguas nativas (nagô, ioruba, quicongo, umbundo e quimbundo). Só pra constar.

Continue lendo

IV Encontro Internacional de Literaturas, Histórias e Culturas Afro-Brasileiras e Africanas: Identidades e Diásporas

cartaz_africabrasil_2015IV Encontro Internacional de Literaturas, Histórias e Culturas Afro-Brasileiras e Africanas: Identidades e Diásporas

O IV Encontro Internacional de Literaturas, Histórias e Culturas Afro-Brasileiras e Africanas: Identidades e Diásporas será realizado nos dias 18, 19 e 20 de novembro de 2015, no Campus da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), em Teresina-Piauí-Brasil.

Para maiores informações, acesse aqui a página do evento.

O Encontro, uma realização do Núcleo Estudos Pesquisas Afro (NEPA), do Mestrado Acadêmico em Letras (UESPI) e do Núcleo Estudos Literário Piauiense (NELIPI), terá conferências, mesas redondas, simpósios temáticos, pôsteres, sessões de comunicações livres e minicursos.

Continue lendo

‘Línguas africanas’ são tema de seminário internacional na UFSC

Cartaz-evento-Linguas-bantu‘Línguas africanas’ são tema de seminário internacional na UFSC

Gisele Flôres

O projeto Kadila: Culturas e Ambientes, em parceria com o Núcleo de Estudos de Identidades e Relações Interétnicas (Nuer) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade Agostinho Neto (Angola), promove o Seminário Internacional de Línguas Africanas. O evento será realizado nos dias 3 e 4 de agosto, na sala Drummond do bloco B do Centro de Comunicação e Expressão (CCE). Entrada franca e inscrições através do e-mail linguasafricanas@gmail.com.

Continue lendo

Com 800 horas de gravação na África, Cine Group desvenda continente africano para brasileiros

cinegroup

Com 800 horas de gravação na África, Cine Group desvenda continente africano para brasileiros

Nesta segunda-feira (25), comemora-se o Dia de África, data instituída pela ONU para simbolizar a luta dos povos africanos pela independência

A África sob o olhar brasileiro: é isso que a Cine Group (site | facebook | youtube) vem fazendo há sete anos, tornando-se a única produtora de audiovisual do Brasil especialista em produzir documentários sobre o continente africano. São mais de 800 horas de gravação em solo africano. A empresa já esteve em 34 dos 55 países do continente, fez a primeira novela de Moçambique (N’Txuva), série de culinária e telecurso em idiomas locais, além de trazer para o Brasil documentários e séries de TV sobre a cultura, a força e a diversidade da África.

Continue lendo

Receba o Boletim

Facebook

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo