Língua e Tecnologia

Mapa mostra as línguas faladas no mundo e permite que você ouça até os sotaques regionais

mapa

FOTO: REPRODUÇÃO/LOCALINGUAL/ LOCALINGUAL TRAZ GRAVAÇÕES DE DIVERSOS LOCAIS DO MUNDO

Qualquer um que já viajou de uma região a outra do Brasil, e, em alguns casos, mesmo de uma cidade a outra, sabe que há diferenças marcantes no vocabulário utilizado e mesmo no jeito como as palavras são pronunciadas.

Essas diferenças territoriais na forma como se fala são suficientes para constituir dialetos. No Brasil, por exemplo, há o dialeto recifense, falado na região metropolitana do Recife; o dialeto caipira, falado em partes de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás e Paraná; e o cearense.

Para quem não conhece uma língua, compreender e se acostumar com essas diferentes formas de falar pode ser tão difícil quanto aprender uma nova gramática. Foi a partir desse problema que David Ding, ex-engenheiro de softwares da Microsoft, criou o Localingual, um mapa interativo on-line no qual é possível ouvir trechos de falas de pessoas de diversas regiões do globo.

Clique aqui e veja o mapa interativo.

Com ele é possível ouvir não só as diferenças entre o português de um gaúcho e de um paraibano, mas também entre um falante de francês de Paris ou de Québec, no Canadá, por exemplo.

O site mostra um mapa-múndi com todos os países. Conforme se dá um zoom na imagem, as divisões administrativas internas — Estados, no caso do Brasil —, assim como algumas das principais cidades, são destacadas. Ao clicar nelas é possível ouvir o som de vozes locais.

mapa2

FOTO: REPRODUÇÃO/LOCALINGUAL/ MAPA DO BRASIL NO SITE DE LÍNGUAS E SOTAQUES

 O site foi ao ar no dia 8 de janeiro de 2017, e as gravações são enviadas por voluntários. Por isso, mesmo com mais de 18 mil diferentes gravações, ainda há diversos locais com poucos ou nenhum exemplo de falas.

Segundo o criador do Localingual, o objetivo é fazer com que o site, que é mantido à base de doações, se transforme em uma “Wikipédia das línguas e dialetos”, que poderia ser consultada por qualquer interessado em aprender a pronunciar as palavras de acordo com a região do globo.

Fonte: Nexo Jornal

Importantes recursos lingüísticos fueron presentados por la SPL

splLa Secretaría de Políticas Lingüísticas (SPL) pone a disposición de la ciudadanía recursos tecnológicos que promueven el uso y difusión de las lenguas. Fue durante un acto denominado “Ñane ñe’ẽnguéra rekove” realizado este martes en el Aula Magna de la Universidad Católica de Asunción.

Los recursos tecnológicos consisten en el: Diccionario Digital Bilingüe, Corpus de Referencia del Guaraní Paraguayo Actual, y la Memoria de la Feria de Lenguas en el Paraguay “Toikove Ñe’ẽnguéra Paraguáipe” 2014.

La Ministra de la SPL, Ladislaa Alcaraz de Silvero dio apertura aal acto con estas expresioens en guaraní “Ñamyasãiramo tembiapoita ojegueroguatáva ñane ñe’ẽnguéra hekove resãi potávo ñane retãme, ikatúne jaikuaave ñane ñe’ẽnguéra rembiasa ha ñañomokyre’ỹvéne katuete ñambojoaju rekávo ñane rembiapokuéra ha upéichamante jahechakuaáta tekotevẽteha ñamba’apo ñane ñe’ẽnguéra rehe, ha upépe ñaikotevẽ ojuehe”.

El Diccionario Digital Bilingüe (guaraní-castellano) en su formato escrito y audio ya está disponible en el portal: www.paraguay.gov.py. Fue elaborado por la Secretaría de Políticas Lingüísticas, con el apoyo de la Secretaría Nacional de Tecnologías de la Información y Comunicación (SENATICs) y el Grupo de Grabaciones en Guaraní (GGG).

Continuar lendo

Facebook

Visite site Oficial

1ºENMP (clique na imagem)

Receba o Boletim

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Nossas publicações

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo