Galiza

Novos acadêmicos correspondentes na Academia Galega da Língua Portuguesa

academiagalegalinguaportuguesa-aglp

Academia Galega da Língua Portuguesa convida para a sessão de tomada de posse dos académicos correspondentes Irene Alexandra Neto (Angola) e Gilvan Müller de Oliveira (Brasil) que terá lugar na Casa da Língua Comum, Rua de Emílio e de Manuel, 3, r/c, Santiago de Compostela, no dia 14 de janeiro, com início às 11.00.

Programa

  • Abertura do ato, pelo Presidente, Sr. Rudesindo Soutelo
  • Discurso de aceitação da Sra. Alexandra Irene Neto
  • Discurso de recebimento, pelo Secretário, Sr. ]oám Evans Pim
  • Discurso de aceitação do Sr. Gilvan Müller de Oliveira
  • Discurso de recebimento, pelo Vice-Presidente, Sr. Ângelo Cristóvão
  • Imposição das medalhas aos novos académicos correspondentes

 Entrada livre.

Agradece-se confirmação no correio secretaria@academiagalega.org

Irene Alexandra da Silva Neto (1961) é Presidente do Conselho de Administração da Fundação Dr. António Agostinho Neto e Deputada da Assembleia Nacional de Angola, na que preside a 7ª Comissão de Saúde, Família, Juventude e Desportos, Antigos Combatentes e Acção Social. De 2005 a 2007 foi Vice-Ministra das Relações Exteriores da República de Angola para a Cooperação, sendo a primeira mulher angolana a exercer esse cargo. Com anterioridade, fez parte do Grupo Dinamizador do Ensino Superior, da Brigada Jovem de Literatura de Luanda e da Direção da Alliance Française de Luanda. Atualmente é membro do Comité Central do MPLA e do Júri do Prémio Internacional de Investigação Histórica “Agostinho Neto”.

Gilvan Müller de Oliveira é Professor Adjunto no Departamento de Língua e Literatura Vernáculas da Universidade Federal de Santa Catarina e Secretário Executivo Adjunto da MAAYA – Rede Mundial de Multilinguismo, com sede em Paris. Entre 2010 e 2014 respondeu pela Direção Executiva do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), situado em Cabo Verde. À frente dessa instituição promoveu o desenvolvimento do Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa (VOC) e do Portal do Professor de Português Língua Estrangeira/Língua Não Materna, entre outras iniciativas. Fruto desse trabalho intenso, em 2014 recebeu o Prêmio Personalidade Lusófona do Ano do Movimento Internacional Lusófono (MIL) e em 2015 o Prêmio Meendinho, da Fundação Meendinho, por serviços prestados à Língua Portuguesa e à Galiza.

Fonte: Plataforma 9

Faculdade de Filologia da Universidade da Corunha acolhe em 21 de setembro uma Mesa Redonda sobre Políticas Linguísticas e Culturais

logo_pgl3beta_No dia 21 de setembro, entre as 13 e as 14:30 horas, representantes de PPdG, PSdG, EnMarea e BNG apresentarão e confrontarão na Sala de Graus da Faculdade de Filologia da  as suas propostas sobre Política Linguística e sobre Cultura. O ato está organizado por professorado da Área de Filologias Galega e Portuguesa do Departamento de Galego-Português, Francês e Linguística, com o apoio da Comissão de Cultura da Faculdade de Filologia da Universidade da Corunha. Continuar lendo

Seminário “O contexto internacional das Irmandades da Fala”

seminarioirmandadesO Conselho da Cultura Galega, sediado em Santiago de Compostela, Galiza, convida para o Seminário «O contexto internacional das Irmandades da Fala. As nacionalidades na Europa de entreguerras: de Impérios a nações», a ter lugar nos dias 6 e 7 de outubro de 2016. As inscrições estão abertas.

Ao se cumprir os cem anos da fundação da primeira organização nacionalista galega, as Irmandades da Fala, este congresso pretende pôr em relevo as circunstâncias externas e o contexto internacional que acompanharam a sua criação. Continuar lendo

Kike Martins: “Quando perguntava se no centro contavam com informação da Conselharia a respeito do ensino de português 100% das respostas foram negativas”

galego

Foto: PGL

Kike Martins

Nascido em Melide em 1978 e criado na Corunha, fez estudos de Filologia Galega na Universidade de Santiago de Compostela. Trabalhou em qualidade de bolseiro nos serviços informativos da CRTVG como assessor linguístico e, posteriormente, como bolseiro exercendo funções de Técnico em Normalização Linguística no SNL da USC.
—————————

projeto Telefonemas foi uma iniciativa idealizada e financiada pola DPG, a AGLP e a AGAL. Tinha como objetivo informar todos os centros de secundário da Galiza, públicos, privados e subvencionados, dos passos a dar para incluir a língua portuguesa na oferta educativa do centro. A iniciativa nascia do conhecimento de a Conselharia da Junta não ter feito este labor, como se evidenciou. Continuar lendo

Facebook

Visite site Oficial

1ºENMP (clique na imagem)

Receba o Boletim

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Nossas publicações

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo