Educação Bilíngue

Audiência pública #FICAESPANHOL

Audiência pública para tratar sobre a Discussão de questões relativas à disciplina de Espanhol na Educação Básica em Santa Catarina.

Dia: 14/08/2018

Horário: 9h às 13h

Local: Plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright, na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina.

Escola Carlos Moreira pode ser a única do Estado a incluir aulas de Língua Pomerana no currículo

A iniciativa busca fortalecer a fala e promover a escrita da língua pomerana em meio aos mais jovens
Escola Carlos Moreira

Em meio à uma época de intensa propagação de informação e significativa modernização de costumes, dado o progresso tecnológico,  um projeto ambicioso desenvolvido há cerca de 5 anos no município de Canguçu, se preocupa em conservar o que não deve se perder no tempo: a cultura.

Enquanto a maior parte dos alunos opta pelo inglês ou pelo espanhol, tanto no ensino fundamental, quanto no médio, para 60 alunos do sexto ao nono ano da Escola Municipal Carlos Moreira, a opção preferida passou bem distante das línguas mais tradicionais. Desde o início deste ano letivo, a escola passou a oferecer uma disciplina inédita na rede municipal e, segundo a professora Tanise Stumpf, provavelmente, no Estado: a Língua Pomerana.

Continue lendo

Blumenau terá duas escolas bilíngues

Iniciativa possibilitará a oferta de matérias em uma segunda língua, inglês ou alemão.

Durante a cerimônia de transferência simbólica da sede do governo para a Fundação Cultural de Blumenau (FCBlu), nesta quarta-feira, dia 25, o prefeito Mário Hildebrandt assinou o Decreto nº. 11.850/2018 que cria duas unidades de ensino bilíngue em Blumenau. A iniciativa é inédita na região e possibilitará que as unidades ofertem matérias em português e em uma segunda língua, inglês ou alemão.Uma das instituições a receber a novidade será a Escola Municipal Erich Klabunde, situada no Distrito da Vila Itoupava. Em 2019, os alunos do 1º ao 5ª ano passarão a ter aulas na língua alemã. A partir de 2020, a medida será estendida até o 9º ano do educandário, concluindo assim todas as turmas do Ensino Fundamental. Continue lendo

I Seminário do movimento #FICAESPANHOL do Estado de Santa Catarina

Em atenção aos encaminhamentos da reunião de professores de espanhol, ocorrida em 10 de julho de 2018, convidamos a todos para o I Seminário do movimento #FICAESPANHOL do Estado de Santa Catarina, a acontecer:

no dia 03 de agosto de 2018, sexta-feira,

às 10h,

no Auditório Henrique Fontes do Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina.

A mesa contará com a contribuição de representantes de movimentos e instituições que tematizarão movimentos vindouros e/ou em andamento sobre a permanência e a promoção da Língua Espanhola no currículo do Ensino Fundamental na Rede de Santa Catarina, com vistas à realidade geográfica e sócio-histórico-cultural do referido Estado.  A proposta é unirmos força em âmbito estadual para o movimento nacional #FICA ESPANHOL.

Evendo no Facebook: I Seminário do movimento #FICAESPANHOL do Estado de Santa Catarina 

Participe!!

Avanço no ensino bilíngue da rede pública da capital é exposto durante maior evento de educação e tecnologia da América Latina

Os investimentos e avanços feitos pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) no campo educacional vêm refletindo em diversas partes do Brasil. Um exemplo disso é a presença do diretor do Centro de Línguas Estrangeiras (Celest) da Secretaria de Educação e Cultura da Capital (Sedec), Jonathan Vieira, que foi convidado para ser um dos palestrantes do maior evento de educação e tecnologia da América Latina que é o Bett Educar 2018. O evento aconteceu nesta sexta-feira (11), em São Paulo.

O tema da palestra foi ‘Educação bilíngue na escola pública: desafios e oportunidades’ onde ele expõe sobre o que vem sendo feito pela PMJP quando se trata de educação bilíngue na rede pública. Jonathan explicou que a Capital da Paraíba virou uma referência na rede pública de ensino em todo o Brasil quando se trata da aquisição de uma segunda língua. Falou também dos investimentos que a PMJP, por meio da Sedec, vem fazendo nessa área como a construção do Celest, parcerias internacionais como a do Consulado-Geral dos Estados Unidos. Continue lendo

Escolas de abordagem internacional, bilíngues ou com High School: o que diferencia uma da outra?

Andrea Rodrigues, Coordenadora de Multilinguismo do CSL, fala sobre as diferenças entre escolas com currículo bilíngue, abordagem internacional e programas de High School.

 *Por Andrea Rodrigues, Coordenadora de Multilinguismo do Colégio São Luís

O que é uma escola bilíngue? O que é uma escola internacional? Existe diferença entre elas? Essas certamente são perguntas que começam a se tornar frequentes nos dias de hoje.

 A escola bilíngue tem por finalidade capacitar seus estudantes em uma segunda língua, oferecendo uma carga horária significativa de imersão em uma outra língua que não a do idioma materno. Além dos conteúdos do currículo ensinados no segundo idioma, uma escola bilíngue também oferece um ambiente no qual aquele idioma é falado fora da sala de aula. Em geral, há profissionais fluentes de diferentes áreas e alguns deles só utilizam a língua estrangeira para se comunicar com os estudantes. Todo o ambiente de aprendizagem deve conter estímulos e informações em ambas as línguas de instrução.

O aluno começa a convivência com a segunda língua já na Educação Infantil. Os professores de escolas bilíngues não são obrigatoriamente professores nativos da segunda língua. O importante é a fluência e a qualidade da imersão. Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo