diversidade cultural

Plataforma de Mídias Imigrantes de São Paulo estreia com 119 ações cadastradas

UFMG: Conferência Internacional Sul-americana: territorialidades e humanidades

conferencia-internacional-sul-americanaEstá acontecendo na UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais, entre os dias 4 e 7 de outubro, a Conferência Internacional Sul-americana: territorialidades e humanidades. O evento acontece sob os auspícios do Conselho Internacional de Filosofia e Ciências Humanas (CIPSH) e da Unesco. 

No dia 04, quarta-feira, o Prof. Gilvan participou de mesa-redonda  “Identidades e Línguas”, com coordenação de Heliana Mello (UFMG, Brasil), ao lado de Michel DeGraff (MIT, EUA), Bruna Franchetto (UFRJ, Museu Nacional, Brasil) e Alberto Guarani Mbyá (UFF, Brasil).

A Conferência Internacional Sul-Americana: Territorialidades e Humanidades insere-se no âmbito da Programação do Ano Internacional do Entendimento Global de 2016 que se propõe a discutir a globalização, nas suas dimensões internacional, nacional e regional. O evento é uma atividade preparatória da Conferência Mundial das Humanidades, que acontecerá em Liége, Bélgica, em 2017 e  ocorre no âmbito das comemorações dos 90 anos da UFMG.

UFRGS e PUCRS apresentam proposta para instalação de Centro de Estudos Alemães e Europeus

alemaes

Comitiva alemã foi recebida na UFRGS. Foto: divulgação

Objetivo é promover a colaboração acadêmica entre Brasil e Alemanha nas áreas de Humanidades

A Universidade recebeu nesta quinta-feira, 22, a visita de uma delegação alemã que está em Porto Alegre para apreciar uma proposta da UFRGS e da PUCRS visando à instalação na cidade de um centro de pesquisas avançadas Alemanha/Europa. O Centro seria o primeiro deste tipo no Hemisfério Sul, tendo como objetivo promover a colaboração acadêmica entre os dois países nas áreas de Humanidades. As cinco autoridades alemãs (Elke Spielmanns-Rome, do Institut für Qualitätssicherung, Bonn; Randall Hansen, da Universidade de Toronto; Ton Nijhuis, da Universidade de Amsterdam; Stephanie Knobloch e Martina Schulze, do DAAD – Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico) foram recebidas na Reitoria pelo reitor Carlos Alexandre Netto, pelo vice-reitor Rui Vicente Oppermann, pela vice-reitora eleita Jane Tutikian, pelo secretário de Relações Internacionais Nicolas Maillard e pela professora Cláudia Marques, da Faculdade de Direito. Também participou do encontro o professor Drayton Gonzaga Souza, decano da Escola de Humanidades da PUCRS. A agenda incluiu também conversas com pesquisadores da UFRGS e da PUCRS. Continuar lendo

Conferência Internacional Sul-Americana: Territorialidades e Humanidades

Conferencia-Internacional-Sul-americanaA Conferência Internacional Sul-Americana: Territorialidades e Humanidades acontece na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) de 4 a 7 de outubro. O evento faz parte da Programação do Ano Internacional do Entendimento Global de 2016 que se propõe a discutir a globalização, nas suas dimensões internacional, nacional e regional e serve como atividade preparatória da Conferência Mundial das Humanidades, que acontecerá em Liége, Bélgica, em 2017. Os investigadores interessados em submeter trabalhos têm até o 25 de setembro. Continuar lendo

Especialistas da ONU defendem direito de indígenas à diversidade na educação

Os Estados precisam trabalhar de forma construtiva com os povos indígenas para enfrentar barreiras à educação, incluindo a estigmatização da identidade indígena, discriminação nas escolas e barreiras linguísticas entre estudantes e professores, disseram especialistas da ONU às vésperas do Dia Internacional dos Povos Indígenas, comemorado na terça-feira (9).

“É imperativo que as instituições educacionais sejam construídas com um padrão de direitos humanos que seja inclusivo e respeite as culturas, visões de mundo e línguas dos povos indígenas”, disseram.

pnudindigena

Especialistas da ONU chamaram atenção para o acesso de indígenas a um sistema educacional livre de discriminações. Foto: PNUD / Tiago Zenero

Aproximadamente dez anos depois de as Nações Unidas adotarem a Declaração dos Direitos dos Povos Indígenas, crianças e jovens indígenas ainda não têm total acesso a formas adequadas de educação, alertou um grupo de quatro especialistas da ONU para os direitos indígenas em comunicado conjunto publicado na sexta-feira (5).

Em declarações às vésperas do Dia Internacional dos Povos Indígenas, comemorado na terça-feira (9), os especialistas pediram que os governos garantam sistemas educacionais livres de discriminação e culturalmente sensíveis aos povos indígenas, levando em conta suas línguas e suas histórias. Continuar lendo

Instituto de Letras da UFF promove: III Colóquio do LABPEC “Dinâmicas etnolinguísticas em debate”

No dia 8 de julho de 2016 acontece no Instituto de Letras, da Universidade Federal Fluminense/UFF, o III Colóquio do LABPEC ” Dinâmicas etnolinguísticas em debate”.

Neste ano, Rosângela Morello participa de mesa redonda às 16:00, que debaterá Políticas Linguística e diversidade cultural.  

Com a proposta“Escrever na língua que falo? Desafios para o registro das Receitas de Imigração”, a pesquisadora vai compartilhar reflexões geradas durante o processo de produção do livro Receitas de Imigração, lançado nesse ano, com a participação de moradores e falantes das línguas de imigração, da região do Vale do Itajaí, em Santa Catarina.

O evento tem início na manhã do dia 8 e segue até às 19:00, com lançamentos de publicações.

Segue abaixo programação completa:

804dbbc4-c6bf-4a9d-b17b-96ee8b936e75

 

 

 

20º FAM: edição comemora o fomento da cultura em Santa Catarina e no Mercosul

FAM2016-1024x341

O festival Florianópolis Audiovisual Mercosul – FAM chega à sua 20ª edição consecutiva e será realizado de 17 a 24 de junho, no Centro de Cultura e Eventos da UFSC, em Florianópolis. Completando 20 anos de dedicação ao desenvolvimento da cinematografia dos países membros do Mercosul, o FAM proporciona um  espaço de formação de público, difusão da produção latino-americana e regional, além da reunião de profissionais do setor.

Neste ano, o FAM comemora uma história de protagonismo no fomento da cultura em Santa Catarina e no Mercosul, com o intuito de que cada vez mais pessoas façam parte desta trajetória, com suas próprias histórias, seus olhares curiosos e críticos. “O FAM é um dos raros eventos com duas décadas de existência em continuidade no país. É o festival mais antigo do Estado e o segundo mais antigo do Sul do país”, afirma Antônio Celso dos Santos, coordenador geral do FAM.

Continuar lendo

Atividade Cultural no III CIPLOM/EAPLOM na UFSC.

Na noite de quinta-feira é momento de programação cultural no III CIPLOM/EAPLOM. Confira o cartaz.

evento

I Congresso Internacional e III Congresso Nacional Africanidades e Brasilidades: Literaturas e Linguística

pageHeaderTitleImage_pt_BR

O I Congresso Internacional e o III Congresso Nacional Africanidades e Brasilidades: Literaturas e Linguística são uma realização do Núcleo de Estudos e Pesquisas Africanidades e Brasilidades – NAFRICAB que nasceu com o I Congresso Nacional Africanidades e Brasilidades: ensino, pesquisa e crítica realizado na Universidade Federal do Espírito Santo – Ufes no campus Goiabeiras em Vitória no período de 26 a 29 de junho de 2012. O objetivo deste Núcleo é estabelecer um diálogo transatlântico entre o Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe na esfera literária, artística, histórica e educacional. Continuar lendo

XI Jornadas Brasileiras e VIII Jornadas de Culturas de Língua Portuguesa no Mundo

cartonerap2O Centro de Estudos Culturais Latino-Americanos (CECLA) e o Departamento de Literatura na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade do Chile realizam as XI Jornadas Brasileiras e VIII Jornadas de Culturas de Língua Portuguesa no Mundo, a ter lugar em Santiago do Chile nos dias 22 e 23 de agosto de 2016, subordinadas ao tema: «Estéticas da marginalidade: literatura, artes visuais, performance».
 
O objetivo do evento é incidir sobre os autores, géneros, estratégias artísticas, media e público do Brasil, Portugal e da África lusófona, que têm alimentado o circuito que a academia tem chamado de «estética da marginalidade». Continuar lendo

Facebook

Visite site Oficial

1ºENMP (clique na imagem)

Receba o Boletim

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Nossas publicações

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo