Cinema Espanhol

1ª Mostra de Cinema Espanhol nas suas Línguas Co-Oficiais em Lisboa

cinema_espanholArranca dia 24 e decorre até dia 14 de fevereiro a 1ª edição da Mostra de Cinema Espanhol nas suas Línguas Co-Oficiais com a exibição de filmes de José Mari Goenaga e Jon Garaño, Ángel de la Cruz Blanco e Lluís Miñarro.

A mostra de cinema, que tem como objetivo mostrar a diversidade criativa das cinematografia nas línguas co-oficiais de Espanha, arranca com a exibição do filme Loreak (Flores), de José Mari Goenaga e Jon Garaño. A obra acompanha a vida de três mulheres com vidas diferentes mas com algo em comum: todas perderam um ente querido. Por esse motivo, cada uma delas recebe, uma vez por semana, um misterioso ramo de flores enviado anonimamente. As três mulheres ver-se-ão afectadas por este presente.

No dia 7 de fevereiro, às 18h30, é exibido Stella Cadente do realizador Lluís Miñarro. Estreado em 2014, o filme é falado em catalão (com legendas em espanhol) e leva o espectador até 1871 quando o rei Amadeo de Saboya, nascido em Itália, chega a Madrid. Nesta altura o país vivia um desequilíbrio político e o seu reino dura somente três sombrios e misteriosos  anos. O final do século XIX é na Europa uma época de romantismo e modernidade. Existe uma grande quebra e conflito de valores, levando a um período muito conturbado, especialmente na Espanha.

A encerrar a mostra, Os Mortos Van Á Présa (2008) pode ser visto no dia 14 de fevereiro às 18h30. A obra em galego (legendada em inglês) de Ángel de la Cruz Blanco segue Irene, uma camionista em viagem para ir buscar marisco a uma vila costeira galega. Contudo, a sua vida não é facilitada quando devido a um engarrafamento acaba por impedir a passagem ao cemitério onde será enterrado o patrão maior dos marisqueiros. Isto traz ao de cima velhas desavenças entre os vizinhos.
As sessões terão lugar no Auditório do Instituto Cervantes de Lisboa, com entrada livre.

A mostra é uma iniciativa da Embaixada de Espanha e do Instituto Cervantes de Lisboa, e as sessões têm lugar no Instituto Cervantes em Santa Marta – Lisboa, e a entrada é livre.

Fonte: Revista Canela e Hortela

Receba o Boletim

Facebook

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo