Anglofonia

Mercado de trabalho: conheça o curso de inglês voltado para mulheres negras

Mercado de trabalho: conheça o curso de inglês voltado para mulheres negrasQue tal estudar em um curso de inglês e aprender cantando com Tina Turner, Nina Simone, Beyoncé, ou relatando, em inglês, a vida de Dandara dos Palmares, Aqualtune ou Luiza Mahin? Também é possível aprimorar a fluência no idioma ouvindo os discursos de Viola Davis, Oprah Winfrey, Lupita Nyong’o e lendo Chimamanda Ngozi ou Maya Angelou. Este é o formato de um curso de inglês criado para atender às demandas de um grupo totalmente excluído das escolas de idiomas e que, por mais este motivo, não consegue acessar melhores oportunidades de emprego: a mulher negra.

“Lecionamos um conteúdo da cultura africana que estimula a curiosidade das alunas. Assim os temas tratados se tornam maiores do que as barreiras que a sociedade nos impõe”, explica a professora e poeta Ryane Leão. O método permite que, durante os estudos, as alunas também descubram mais sobre a própria história e consigam, finalmente, avançar na assimilação do idioma. Continue lendo

Dobragem ou legendas?

educareDesenhos animados dobrados em português ou apenas com legendas? O EDUCARE.PT esteve à conversa com especialistas na matéria para perceber se a televisão pode contribuir para ensinar inglês às crianças.

Andreia Lobo

Na televisão começa o Karate Kid, de 2010, com Jaden Smith no papel principal. Entusiasmado, Gonçalo, de 8 anos, vai sentar-se no sofá com a mãe. Vão ver o filme no idioma original, com recurso a legendas em português. Se a família vivesse em Espanha ou no Brasil, só para dar dois exemplos, ouviria as falas das personagens dobradas na sua língua nativa. Assim, vai ouvi-las em inglês. Portugal, ao contrário do país vizinho e do país-irmão, não recorre com tanta frequência à dobragem. Filmes, séries televisivas, desenhos animados tendem a manter as “vozes originais”. Exceção feita aos que são dirigidos às crianças. Na televisão há programas infantis com e sem legendas. Sendo o inglês predominante no mundo audiovisual, será que a tendência para legendar em vez de dobrar traz vantagens na aprendizagem do idioma? Vamos por partes.

Continue lendo

MEC quer ofertar ensino de idiomas a professores da educação básica

isf

MEC quer ofertar ensino de idiomas a professores da educação básica

Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC) quer priorizar os professores da educação básica no Programa Idioma sem Fronteiras, segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Com isso, os professores receberão aulas de idiomas, com opção para o inglês e o francês, e poderão formar melhor os estudantes até o ensino médio.

“Temos que abrir o foco prioritário para a formação de professores e professoras do ensino básico. Estamos chegando na universidade para fazer o idioma, quando devíamos ter feito isso antes, no ensino básico”, disse hoje (25) no 1º Encontro do Programa Idioma sem Fronteiras: Internacionalização e Multilinguismo. Continue lendo

I Colóquio Internacional “Plurilinguismo, Pluriculturalismo e o Inglês na mundialização”

plurilinguismeFoi realizado entre os dias 7 e 10 de outubro 2015 o I Colóquio Internacional “Plurilinguismo, Pluriculturalismo e o Inglês na mundialização”, promovido pela Universidade do Oeste da França, na cidade de Angers.

Acesse aqui a página do evento.

Durante o congresso o debate sobre o papel do inglês na mundialização face às diversas realidades nacionais no mundo marcou o tom das discussões, sobretudo em relação à francofonia. Na América Latina a presença do espanhol, terceira língua mais falada no mundo, garante as trocas linguísticas no continente, ao lado do português, também no espaço acadêmico no tocante às publicações.

Continue lendo

Duolingo vai certificar inglês de motoristas da Uber na América Latina

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Duolingo vai certificar inglês de motoristas da Uber na América Latina

A Uber fechou uma parceria com a plataforma de ensino de idiomas Duolingo na Colômbia. A partir de agora, motoristas contratados pela empresa poderão receber um certificado para atestar seus conhecimentos em inglês e participar do UberENGLISH, uma versão do serviço de transporte alternativo voltada especialmente para turistas que não falam espanhol.

Continue lendo

Opinión: “Lengua e incesto”

Traductores en el Foro Económico Mundial de Yakarta, el pasado abril - Foto: Reuters.

Traductores en el Foro Económico Mundial de Yakarta, el pasado abril – Foto: Reuters.

Opinión
Lengua e incesto

La vigencia del inglés, en los términos en los que se está produciendo, más allá de una lengua franca, ¿significa una vuelta atrás? Quizá sí

Juan José Millás

Mi padre era esperantista, de modo que pasé gran parte de mi infancia escuchando la apología de ese idioma mítico que, cuando se impusiera sobre los demás, permitiría a cualquier persona, en cualquier parte del mundo, preguntar dónde se encontraba el cuarto de baño y ser entendido.

Continue lendo

IPOL Pesquisa

Receba o Boletim

Facebook

Revista Platô

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo