Portugal quer promover o uso do português no Comité Olímpico Internacional

portuga2

Inacio Rosa/LUSA

O Governo português quer aproveitar a realização dos Jogos Olímpicos no Brasil para promover o uso da língua portuguesa no Comité Olímpico Internacional.

O Governo português quer aproveitar a realização dos Jogos Olímpicos no Brasil, este verão, para promover o uso da língua portuguesa no Comité Olímpico Internacional, disse esta terça-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Essa é uma das “novas possibilidades” que estão a ser exploradas para a promoção internacional da língua portuguesa, adiantou o ministro, durante a apresentação das iniciativas do Dia da Língua Portuguesa e da Cultura da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que decorreu esta terça-feira na sede do Camões — Instituto da Cooperação e da Língua, em Lisboa.

 O facto de os Jogos Olímpicos decorrerem este ano no Brasil, um país de língua portuguesa, “pode constituir uma oportunidade para esse incremento, que o Ministério dos Negócios Estrangeiros e o Ministério da Educação estão a aproveitar”, disse Santos Silva.

Atualmente, o português é língua oficial ou de trabalho em 32 organizações internacionais e o objetivo é aumentar este número.

“Estamos a trabalhar ativamente no contexto da CPLP para incrementar a presença do português como língua oficial ou de trabalho no sistema das Nações Unidas”, referiu o ministro.

Questionado sobre o papel do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), organismo da CPLP, na afirmação internacional do português, Santos Silva disse ver “com muito agrado” que a nova visão estratégica da organização lusófona pretenda “reforçar a centralidade” deste instituto.

A nova visão, que deverá ser aprovada pelos chefes de Estado e de Governo da CPLP na próxima cimeira, a realizar no Brasil, determina que “nas diferentes instâncias da organização se promova a harmonização dos vocabulários técnico-científicos e os conteúdos digitais em língua portuguesa”, acrescentou o governante.

Fonte: Lusa/Observador

IPOL Pesquisa
Receba o Boletim
Facebook
Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo