O português merece mais protagonismo

São cerca de 4400 os alunos a frequentar aulas oficias de português na Alemanha. Mas o interesse está a aumentar.

Maria Manuela Krühler partilha esta convicção, há mais quem procure saber da língua e isso “deve-se ao crescente interesse por Portugal, mas também pelo Brasil, pela música, pela dança e muito também pelos países africanos de língua oficial portuguesa”. A professora de português e de cultura portuguesa da Universidade Livre de Berlim reconhece que a língua “devia estar mais presente nos currículos como lingua estrangeira à semelhança do espanhol, que conseguiu consolidar uma posição muito importante, sendo por vezes mais estudado do que o francês”.

Há, nesta altura, 3 mil alunos a aprender português nos ensinos básico e secundário e são mais de 1400 no ensino superior. O número corresponde aos alunos de todos os níveis da rede de Ensino Português no Estrangeiro na Alemanha da responsabilidade do Camões IP. “Penso que é um caminho”, sublinha Luís Faro Ramos , “se os números crescem significa que o protagonismo também está a crescer”. O presidente do Camões Instituto da Cooperação e da Língua sublinha que o trabalho que tem sido feito está a ser reforçado “através de manifestações como a arte, a música, as artes plásticas, o cinema, toda uma diversidade de manifestações artísticas que nós apoiamos, através dos nossos planos de atividades culturais, que o Ministério da Cultura também apoia, e, na área da promoção da língua, vamos continuar a trabalhar, através dos leitorados que temos, dos protocolos de cooperação que assinámos com instituições do ensino superior, através da integração da língua portuguesa no currículo das escolas públicas dos estados.

Fonte: TSF – rádio notícias

Deixe uma resposta

IPOL Pesquisa
Receba o Boletim
Facebook
Revista Platô

Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo