Licenciatura em Língua Portuguesa para formar docentes vai iniciar-se em 2018

Licenciatura em Língua Portuguesa para formar docentes vai iniciar-se em 2018

Ao todo, são dez as universidades que dinamizam o ensino do Português. Uma oferta que será alargada em 2018, com a abertura de um curso de licenciatura voltado para a formação de professores na Universidade Pedagógica Experimental Libertador (UPEL) em Maracay.

Há, atualmente cerca de mil alunos a aprender Português em instituições de ensino superior venezuelanas, distribuídos entre cursos de licenciatura em Língua Portuguesa e cursos livres, estes últimos “oferecidos por universidades que não conduzem a nenhum grau académico”, como explica Rainer Sousa.
Na Universidade Central da Venezuela, instituição pública, há três licenciaturas: Tradução, Interpretação e Investigação. No Instituto Universitário Américo Vespúcio, privado, é oferecido um bacharelato em Língua Portuguesa. Ao todo, são dez as universidades que dinamizam o ensino do Português.
Nova licenciatura em 2018
Uma oferta que que será alargada em 2018, com a abertura de um curso de licenciatura voltado para a formação de professores na Universidade Pedagógica Experimental Libertador (UPEL) em Maracay, fruto da assinatura de um protocolo entre o Camões I.P. e esta universidade.
Previsto para ter-se iniciado em abril de 2017, foi adiado, fruto da instabilidade que se fez sentir este ano naquele país e que levou algumas universidades a fecharem portas.
Mas em reunião recente com responsáveis da UPEL, foi definida a abertura para março do próximo ano.
A licenciatura está a ser aguardada com expectativa, como o comprovam os cerca de 120 jovens venezuelanos que já se inscreveram neste curso que vai formar os primeiros professores de Língua Portuguesa ‘saídos’ de uma universidade venezuelana.
Outro projeto que a Coordenação do EPE neste país espera ver concretizado é o da formação ‘on-line’ de professores, que está pensado para a Universidade de Carabobo, em Valência.
“Sem dúvida a concretização destes dois projetos que certamente terão um impacto significativo nos próximos anos”, é a principal meta da Coordenação a nível de ensino superior, afirma Rainer Sousa.

FONTE: Mundo Português

Visite Fale Português em: http://faleportugues.ning.com/?xg_source=msg_mes_network

Deixe uma resposta

IPOL Pesquisa
Receba o Boletim
Facebook
Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo