IPOL em ação no Vale do Itajaí: Participantes do projeto Receitas da Imigração se emocionam ao receber livro

Dona Amélia Campestrini em Blumenau (Água Verde) - Foto: IPOL

Dona Amélia Campestrini em Blumenau (Água Verde), entre Ana Paula Seiffert e Mariela F. da Silveira – Foto: IPOL

A equipe do projeto Receitas da Imigração esteve na região do Vale do Itajaí, em Santa Catarina, no último final de semana, dias 30 e 31 de janeiro.

Dona Vilma e seu Osório Vicenzi em Blumenau (Ponta Aguda) - Foto: IPOL

Dona Vilma e seu Osório Vicenzi em Blumenau (Ponta Aguda) – Foto: IPOL

Na ocasião, Ana Paula Seiffert (coordenadora do Projeto Receitas da Imigração) e Mariela F. da Silveira (coordenadora do Projeto Línguas de Imigração como Patrimônio: (re) conhecendo a diversidade linguística no sabor da herança culinária) visitaram parte das famílias envolvidas no projeto.

Dona Isa Liesenberg em Blumenau (Itoupava) - Foto: IPOL

Dona Isa Liesenberg em Blumenau (Itoupava) – Foto: IPOL

Um dos objetivos da visita foi a entrega dos exemplares da obra de mesmo nome às famílias que participaram da pesquisa. A ação, além de oportunizar o retorno da obra aqueles que participaram das atividades de campo, pretendeu divulgar alguns desdobramentos deste trabalho que vêm sendo desenvolvidos na região.

Dona Matilde Bertoldi em Gaspar (Alto Gasparinho) - Foto: IPOL

Dona Matilde Bertoldi em Gaspar (Alto Gasparinho) – Foto: IPOL

Os reencontros e a entrega dos materiais foram muito emocionantes, os participantes manifestaram muita alegria com o resultado do trabalho e o fato de verem um pouco de suas histórias e línguas retratadas na publicação.

Dona Petronilha e Seu Alfonso Baader em Gaspar (Gaspar Alto) - Foto: IPOL

Dona Petronilha e Seu Alfonso Baader em Gaspar (Gaspar Alto) – Foto: IPOL

O Projeto Receitas da Imigração foi realizado através de Convênio com o IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e contemplou, além de receitas culinárias trazidas, transformadas e realizadas pelas comunidades de imigrantes, também memórias e histórias da adaptação dessas populações na Região do Médio Vale do Itajaí, em Santa Catarina, no sul do Brasil.

Dona Edite Manke em Indaial - Foto: IPOL

Dona Edite Manke em Indaial – Foto: IPOL

Dentre os próximos desdobramentos do Projeto Receitas da Imigração na região do Vale do Itajaí está a realização de oficinas do Projeto Línguas de Imigração como Patrimônio: (re)conhecendo a diversidade linguística no sabor da herança culinária, contemplado pelo edital Elisabete Anderle de estimulo à Cultura 2014.

Helena 7

Dona Helena Tarnowsy em Indaial (Polaquia) – Foto: IPOL

O Projeto prevê a realização de três oficinas objetivando promover a educação patrimonial com destaque ao cenário plurilíngue e multicultural e às histórias das imigrações e das comunidades linguísticas da região através da culinária.

Dona Verônica Malkowsky em Indaial (Estrada das Areias) - Foto: IPOL

Dona Verônica Malkowsky em Indaial (Estrada das Areias) – Foto: IPOL

As oficinas, ofertadas gratuitamente, serão realizadas neste semestre na Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (AMMVI), em Blumenau-SC nas prováveis datas de 19/03, 09/04 e 14/05/2016. Em breve serão disponibilizadas as instruções para as inscrições nas oficinas aqui no blog do IPOL.

Seu Vendelin Malkowsky em Indaial (Estrada das Areias), na casa da filha Helena Malkowsky - Foto: IPOL

Seu Vendelin Malkowsky em Indaial (Estrada das Areias), na casa da filha Helena Malkowsky – Foto: IPOL

Facebook
Visite site Oficial
1ºENMP (clique na imagem)
Receba o Boletim
Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Nossas publicações
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo