As atividades do Inventário do Hunsrückisch (hunsriqueano) continuam pelo Espírito Santo

As ações da equipe foram distribuídas entre reuniões com autoridades políticas, aplicação dos questionários e visitas a locais importantes para a caracterização do uso da língua pela população de Marechal Floriano.

Na manhã da segunda-feira, a Secretária de Educação Edia Klippel Littig e a Secretária da Cultura Maria Goretti Pereira Pinto, de Marechal Floriano, receberam a equipe de pesquisa do Inventário do Hunsrückisch (hunsriqueano) composta por Rosângela Morello (Coordenadora Geral da Pesquisa e do IPOL), Rodrigo Schelenker (Pesquisador do IPOL), Cleo V. Altenhofen (Professor da UFRGS e Coordenador da Pesquisa em Campo), Edenize Ponzo Peres (Professora da UFES) e André Kuster (Pesquisador), com muita atenção e dando oportunidade para a apresentação das ações do Inventário.

A equipe aproveitou para visitar a escola localizada na frente da prefeitura, na qual foi possível conversar com uma turma do 9º ano do Ensino Fundamental, possibilitando a troca de experiência com os jovens estudantes.

Também em Marechal Floriano, a equipe deu uma entrevista ao Jornal da TV Vitória.

Rosângela Morello (Coordenadora Geral da Pesquisa e do IPOL) na Câmara dos Vereadores, Marechal Floriano, ES.

Na Câmara dos Vereadores, os pesquisadores, muito bem recebidos pelos presentes e pelo presidente da câmara, o vereador David Klippel, puderam expor sobre a importância do plurilinguismo e destacar políticas já existentes nesta área, bem como o trabalho do IPOL no Brasil na área de políticas linguísticas. Além disso, deu-se foco a aspectos do Hunsrückisch como língua brasileira e também ao bilinguismo.

Seguindo o planejamento, a equipe se deslocou ao munícipio de Domingos Martins para novas ações do inventário, como aplicação dos questionários e levantamento de informações complementares.

Reunião da equipe com autoridades de Santa Leopoldina, ES.

E então, a equipe chega ao município de Santa Leopoldina, a qual é recebida pelo Prefeito Sr. Valdemar Luiz Horbelt Coutinho, pela Secretária de Educação Ana Cláudia Aparecida Endringer Monteiro, e pelo Sr. Adolfo Germano Frederico, uma referência cultural da região.

Os trabalhos em Santa Leopoldina estão sendo realizados de forma excelente, já resultando em um mapeamento bastante detalhado sobre onde estão as comunidades linguísticas, pois trata-se de município muito plurilíngue. – Rosângela Morello, Coordenadora Geral da Pesquisa e do IPOL.

Após tantas atividades importantes para a constituição do Inventário do Hunsrückisch (hunsriqueano), a equipe segue em plena ação.

Atividades de campo em Domingos Martins, ES.

Domingos Martins, ES.

Deixe uma resposta

Receba o Boletim
Facebook
Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo