Aplicativo traduz Português para LIBRAS

n-hand-talk-large570

Ronaldo Tenório, alagoense de 30 anos, criou, em 2012, o Hand Talk, um aplicativo que traduz mensagens em português para libras – a linguagem dos sinais. O projeto começou ainda na faculdade, em 2008, quando recebeu a tarefa de desenvolver uma ideia inovadora. Até agora, o aplicativo que ele criou em conjunto com os seus sócios, Carlos Wanderlan e Thadeu Luz, já foi baixado por um milhão de pessoas. E seu criador espera que, à medida que seja traduzido para outras línguas, possa ajudar mais pessoas ao redor do mundo.

Leia a Notícia do Brasil Post na íntegra:

Tenório está entre as 35 pessoas com menos de 35 anos mais inovadoras do mundo, lista divulgada todos os anos pelo renomado Instituto de Tecnologia de Massachusetts, o MIT, nos Estados Unidos. Tenório é o único representando da América Latina desta edição.

O brasileiro está na disputada lista “35 Innovators Under 35” por ter criado o Hand Talk, um aplicativo para celulares e tablets que traduz o português para Libras — linguagem de sinais. O aplicativo ajuda deficientes auditivos ou com problemas na fala a se comunicarem com pessoas que não sabem linguagem de sinais.

Só no Brasil, existem mais de 10 milhões de deficientes auditivos que podem utilizar o aplicativo.

Para estabelecer a comunicação, o app utiliza um avatar chamado Hugo para traduzir a fala em linguagem de sinais. A pessoa fala a frase no app e, em seguida, Hugo começa a fazer os sinais.

Hugo também traduz a linguagem de sinais para mensagem de texto ou de voz. “O aplicativo dá aos deficientes auditivos a possibilidade de levar um intérprete para todos os lugares”, disse o o MIT, na apresentação do app de Tenório. A invenção do brasileiro está na área de Inovações Humanitárias.

O MIT também destaca a dificuldade de criar um aplicativo como esse.

“Traduzir um áudio para gestos animados requer uma programação trabalhosa porque tudo tem que estar precisamente correto, até mesmo as expressões faciais de Hugo, que também fazem parte da linguagem de sinais. Tenório e sua equipe utilizaram milhares de exemplos de frases por meses e as combinaram com uma animação 3D. E eles constantemente melhoram as traduções nas atualizações do programa.”

O próximo passo é deixar o avatar mais parecido com o usuário. Tenório quer fazer diferentes versões do avatar, dando a possibilidade ao usuário de mudar a raça, o gênero e outras características visuais. No Brasil, mais de um milhão de pessoas já utilizam o Hand Talk.

Fonte: Brasil Post.com.br e BBC.com

Facebook
Visite site Oficial
1ºENMP (clique na imagem)
Receba o Boletim
Visite nossos blogs
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Nossas publicações
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Clique na imagem
Visitantes
Arquivo