E se o inglês deixar de ser língua oficial da União Europeia?

ingles

Danuta Hubner, em 2009, durante um encontro com o primeiro-ministro italiano ANDREAS SOLARO/ GETTY IMAGES

A ideia surgiu pela voz da presidente da Comissão dos Assuntos Constitucionais do Parlamento Europeu, Danuta Hubner. E explicou: “Se não temos Reino Unido, não temos inglês”

O inglês é a língua mais falada na Europa (segunda no mundo) e, por isso mesmo, é o idioma principal das instituições europeias. No entanto, poderá deixar de ser uma das línguas oficiais. Com a saída do Reino Unido da UE, a presidente da Comissão dos Assuntos Constitucionais do Parlamento Europeu, Danuta Hubner, lembrou que o Brexit pode ser sinónimo de fim do inglês em Bruxelas.

 “O inglês é a nossa língua oficial porque foi declarada pelo Reino Unido. Se não temos Reino Unido, não temos inglês”, disse em conferência de imprensa, esta segunda-feira, citada pela agência Reuters.

Continuar lendo

IBGE lança Atlas Digital com Caderno Temático especial sobre indígenas

indigenas

Palmas – Roraima é o estado brasileiro que detém o maior percentual de indígenas em terras demarcadas (83,2%)Marcelo Camargo/Agência Brasil

Edição: Denise Griesinger

O Censo de 2010 constatou que, de uma população de 899,9 mil indígenas existentes em todo o país, 517,4 mil (57,8%) viviam em Terras Indígenas oficialmente reconhecidas na época da realização da pesquisa, outros 298,871 mil (33,3%) viviam em áreas urbanas, principalmente nos grandes centros; e outros 80,663 mil (8,9%) habitavam áreas rurais, aí incluídas terras indígenas não reconhecidas pela Fundação Nacional do Índio (Funai).

Os dados fazem parte do primeiro Caderno Temático sobre a população indígena e constam do Atlas Digital do Brasil 2016, que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está lançando hoje (27), com mapas interativos com o aprimoramento do Censo Demográfico 2010, sobre a distribuição da população indígena no território nacional.

De acordo com os dados, a maioria destes 57,7% se concentra nas regiões Norte e Centro-Oeste. Na Região Norte, este percentual chega a 73,5% e no Centro-Oeste 73,5% dos indígenas estão em território demarcado. Roraima é o estado brasileiro que detém o maior percentual de indígenas em terras demarcadas (83,2%) e o Rio de Janeiro, o menor, com apenas 2,8% do total.

Continuar lendo

Xu Yingzhen é a nova secretária-geral do Fórum Macau

xu

Foto: Ponto Final Macau

O Governo da República Popular da China escolheu Xu Yingzhen, actual conselheira comercial para a América Latina do Ministério do Comércio, para suceder a Chang Hexi no cargo de secretário-geral do Fórum de Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa. A informação foi avançada na sexta-feira pelo semanário “O Clarim” e confirmada pela agência Lusa.

Licenciada em língua espanhola pela Universidade de Economia e Negócios Internacionais (UIBE, na sigla em chinês), em Pequim, Xu entrou em 1989 para o Ministério do Comércio da República Popular da China.

O curriculum de Xu Yingzhen inclui ainda o cargo de directora-geral adjunta do Gabinete para os Assuntos das Américas e Oceania e uma passagem pela Câmara do Comércio da China no Chile. Continuar lendo

III Encontro Internacional Fronteiras e Identidades, na UFPel

Acontece entre os dias 5 e 7 de outubro, na UFPel, Universidade Federal de Pelotas, o III Encontro Internacional Fronteiras e Identidades. Evento produzido pelo Programa de Pós graduação em História, do Instituo de Ciências Humanas da UFPel.

Programação, nomes confirmados e datas importantes visite o site: http://fronteiraseidentid.wix.com/iiieifi

 

iden

 

Fonte: Site do Evento

V Ciclo de debates do NELA/UFSC

Dia 7 de julho, entre as 14:00 e 18:00 h, acontece  no Auditório Henrique Fontes do CCE, UFSC, o V Ciclo de Debates do NELA.

Veja programação:

nela

 

Jornadas de Alfabetização – UFSC – 2016

alfabetizacao2a Jornada Internacional de Alfabetização,  4a Jornada Nacional de Alfabetização, 12Jornada de Alfabetização

 22 e 23 de agosto de 2016

Alfabetização e Linguística: caminhos para ensinar a ler e escrever

A UFSC está com inscrições abertas até o dia 26/06 para as 2ª Jornada Internacional de Alfabetização, 4ª Jornada Nacional de Alfabetização e 12ª Jornada de Alfabetização. O evento se realizará nos dias 22 e 23 de agosto e todas as inscrições são gratuitas, com ou sem apresentação de trabalhos.

Continuar lendo

II Encontro Regional do Projeto Interinstitucional “Libras e Saúde”

novo-150x100O II Encontro Regional do Projeto Interinstitucional “Libras e Saúde” será realizado nos dias 27 e 28 de junho no Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O público-alvo são alunos e professores das áreas da Saúde, Letras e Educação envolvidos com a promoção da acessibilidade dos surdos aos serviços de saúde; comunidade surda local; tradutores e intérpretes de Libras-Português e comunidade em geral. As inscrições podem ser feitas até o dia 24 de junho, por meio de formulário eletrônico disponível aqui.

Continuar lendo

Colóquio anual Aspectos da Lusofonia ” Macau e a língua portuguesa na China”

logo_neu_204x107No dia 22 de junho de 2016 foi realizado pela sexta vez na Universidade de Heidelberg na Alemanha, Instituto de Tradução e Interpretação, o Colóquio anual Aspectos da Lusofonia com o título Macau e a língua portuguesa na China.

Continuar lendo

SIELP 2016 – Simpósio Internacional de Ensino de Língua Portuguesa em Uberlândia, Minas Gerais

II Encontro Humanístico Multidisciplinar (EHM) e do I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares, sob a temática “Epistemologias de Fronteiras: Sociedade, Políticas Públicas e Decolonialidades”

claechumanistico2

O Centro Latino-Americano de Estudos em Cultura (CLAEC), em parceria com a Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA), a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), a Universidade Federal de Rio Grande (FURG), a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e o Centro Universitário Tiradentes (UNIT), convocam pesquisadores, professores, alunos e demais interessados pelos estudos das humanidades e da multidisciplinaridade a participarem do II Encontro Humanístico Multidisciplinar (EHM) e do I Congresso Latino-Americano de Estudos Humanísticos Multidisciplinares, sob a temática “Epistemologias de Fronteiras: Sociedade, Políticas Públicas e Decolonialidades” , que será realizado nas dependências da Universidade Federal do Pampa, na cidade de Jaguarão, Rio Grande do Sul, Brasil, de 10 a 12 de novembro de 2016.

Continuar lendo

Facebook

Clique na imagem

1ºENMP (clique na imagem)

Clique na imagem

Visite nossos blogs

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Nossas publicações

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Clique na imagem

Visitantes

Arquivo